sábado, 7 de maio de 2011

Conquista x Traição




Quem deseja fidelidade no casamento, namoro ou qualquer outro tipo de relacionamento diferente da amizade não pode ficar no arroz e feijão. O que pode dar um “up” na relação é o uso de uma mente mais descolada para ambos os lados ou, para as mulheres, a freqüência em butiques eróticas, onde se pode comprar roupas mais atrativas e sensuais. A tecnologia existente, como o celular ou a própria internet (redes sociais), é sinônimo de desconfiança, traição ou o simples ciúme.




Embora a mulher faça todos os tipos de perguntas, ligue a cada 10 minutos e fique no “policiamento”, não pode esquecer alguns detalhes: apagar torpedo ou o último número discado ou recebido e até mesmo mentir ou simplesmente omitir não é difícil. Uma das primeiras atitudes de quem desconfia é fazer essa investigação. Portanto, para se tornar mais confiante ou manter esse “status”, acredite mais em você e invista melhor no relacionamento, ou seja, as vezes, não é questão de investir mais, mas sim investir melhor (evite deixar a peteca cair).




Para “evitar” tal situação, há quem faça sexo virtual. Pode existir algumas vantagens nessa prática, como: evita doenças, filho e gastos. Afinal, qual é o valor de um bom motel nos dias de hoje? A situação é composta por um relacionamento comum, mas quando quiser rodar a vez é mais fácil de dar Unfollow.




Você, mulher, que fica no policiamento a todo instante lembre-se do seguinte: os homens não gostam disso e qualquer lugar é fácil de uma rapidinha. Logo, se ele for bem esperto, ele não precisa te contar onde vai e o que vai fazer. Ele simplesmente sai cedo para trabalhar, pula a cerca na hora do almoço (sem você se quer imaginar) e chega em casa no mesmo horário de sempre com a janta na mão ainda por cima. A rapidinha pode acontecer na hora do almoço, entre uma reunião, no carro, no escritório e em momentos e locais ditados pelas circunstâncias, já que muitos motéis oferecem quartos em diversos horários.




É por isso que digo: se você não conquistar pelo estômago. Conquiste pela cama! Afinal, quantos casais você conhece que estão no primeiro matrimônio? Já parou para pensar na duração média de um casamento? Eu não garanto, mas suspeito no período de 5 anos. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2007, para cada 4 casamentos aconteceu uma separação. Além disso, segundo estudo realizado pela Pontícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em 2008, os motivos mais freqüentes das separações foram brigas e discussões entre o casal (24,7%) e agressões do cônjuge (20,2%). O alcoolismo foi apontado como motivo por 16,3%. O abandono do lar pelo homem e agressões a filhos aparecem com igual porcentagem (7,9%).




Agora, se o problema não é com você, mulher, faça a sua parte e avise o cônjuge que já inventaram o Viagra. Já que, se ele não der conta do recado, alguém dá conta por ele. A pílula pode ajudar aos que andam devagar quase parando ou podem simplesmente dar um melhor desempenho. Entende?Agora, que já iniciamos o assunto... Não fique aí, parado (a). Coloque em prática, exercite, renove, desempenhe e sucesso!




Gostou? Acompanhe os próximos textos e opine assuntos. Não gostou? Aconselho que procure um blog que trate sobre um assunto do seu interesse!




Agradeço a sua leitura.